Etikedo: linguística

FIASKO DE ESPERANTO? – Esperanto um fiasko?

El Nitobe-centro por lingva demokratio:

“Unu el la miskomprenoj pri Esperanto estis, ke Esperanto estis provo je mondlingvo kiu malsukcesis, io kio havis certan provotempon, sed ne trapasis la ekzamenon. Sed tio estas konfuzi la lingvon mem kun malnova vizio pri Esperanto.
“Esperanto mem ekzistas hodiaŭ kaj estas uzata diversloke en la mondo, kvankam en malgranda skalo. Tio estas lingvistika fakto kiu devus esti konata. Troviĝas multaj esperantistoj (kaj Esperanto-parolantoj) kiuj havas la ideon de “ĉies dua lingvo” kiel idealon, sed kredeble estas malmultaj kiuj havas ĝin kiel eksplicitan celon kiun oni plenumu. Idealo estas io kion oni strebas alproksimiĝi, sed kiu estas neatingebla; celo estas atingebla. La celo de la Esperanto-movado estas disvastigi scion pri Esperanto – kaj prefere uzon de ĝi – al kiom eble plej multe da homoj. Neniu scias kiom da parolantoj Esperanto iam havos. La lingvo mem komenciĝis per unu parolanto (L. L. Zamenhof) kaj disvastiĝis tiel ke nun 100 000 homoj aŭ pli povas paroli ĝin bone. Ĉi tiu komunumo ankaŭ povis daŭrigi sian ekzistadon tra kreskaj kaj malkreskaj periodoj. Tio estas unika en la historio de lingvoj. Se ni konsideras tiun situacion ni devus klasifiki Esperanton kiel sukceson.”

Fonte:
Orbis Pictus – http://www.orbispictus.com.br/news.php?readmore=12

DIA DE ZAMENHOF – COMEMORAÇÕES EM 2010

Escrito por Redakcio

O mundo comemorou com grande sucesso o dia de nascimento de Zamenhof, o dia do Esperanto. O mundo esperantista agora utiliza recursos modernos extremamente rápidos para fazer o Esperanto mais visível na mídia. A Internet e seus recursos. Twitter um novo veículo, baseado em miniblogues de 140 palavras, foi utilizado intensamente no dia 15 de Dezembro último para mostrar frases atentando para a prática esperantista em todo mundo. Foi um grande sucesso, pois atingiu um pico de 0,07% dos twits mundiais. Isso não é pouco se comparado aos milhões de twits lançados no mundo inteiro. Tudo surgiu na cabeça de uma jovem jornalista brasileira Renata Ventura que está fazendo e acontecendo no mundo virtual esperantista. Cheia de ideias, Renata diz nas listas, toda animada: “Agora vamos nos preparar para o 15 de Dezembro de 2011”. E a turma se torna animada e vai no embalo do mundo eletrônico para chamar atenção do Esperanto. A pressão dos tuiteiros foi tão expressiva que Rita Lee (cantora), Gloria Perez (novelista da Globo) entraram na tuitada também.

Soros discursa em NY e é motivo de publicação no NY Times
Soros discursa em NY e é motivo de publicação no NY Times

Mundo afora, o Esperanto também foi motivo de expressividade. A representação da UEA na ONU, guiada por Neil Bronstein, organizou um grande encontro no outro lado da avenida em que está a sede da ONU em Nova York. Ninguém menos que Geoge Soros, o bilionário das bolsas, apareceu lá para ligar sua história ao mundo do Esperanto. Realmente, ele foi um jovem, filho de um grande esperantista Tivadar Soros, que se salvou do mundo nazista na antiga Hungria sob domínio de Hitler e que fugiu para a Inglaterra e começou sua vida buscando apoio no movimento esperantista inglês. Isso é contado com clareza no livro escrito em Esperanto: “Maskerado cirkau la morto”.O interessante é que ele reconheceu isso em discurso ao público presente ao evento. Os livros de seu pai, escritos em Esperanto, foram editados em inglês. Um deles lançado no último dia 15, na cerimônia em que o Soros discursou. Não deu outra, o próprio NY Times publicou uma longa matéria no dia 16/12 sobre o ocorrido, naturalmente com pitadas de ironia, a começar pelo título.

Ponte Rio-Niteroi em 15Dez2010 Sugestão feita por Walter Fontes e fotografado  por Neide Barros Rego
Ponte Rio-Niteroi em 15Dez2010 Sugestão feita por Walter Fontes e fotografado por Neide Barros Rego

Voltando ao Brasil, houve, no Rio de Janeiro, uma grande homenagem externa ao Esperanto pelo seu dia, que foi feita pelo própria organização da Ponte Rio-Niterói no letreiro eletrônico em cima da ponte. A sugestão foi feita por Walter Fontes, esperantista carioca e fotografado pela eleita intelectual do ano em sua cidade Niterói, Neide Barros Rego, grande artista no mundo do Esperanto.

Fonte:
Site da BEL – Liga Brasileira de Esperanto
http://esperanto.org.br/p/