Esperanto será tema de exposição na Câmara em abril – – – Esperanto estos temo de ekspozicio en Naciakosilantaro dum la aprila monato

A Câmara promove, de 4 a 15 de abril, uma exposição sobre o esperanto. A chamada língua internacional foi concebida pelo médico e humanista polonês Lázaro Luiz Zamenhof, nascido em Bialistoque, em 15 de dezembro de 1859. Zamenhof aprendeu vários idiomas e, ainda ginasiano, elaborou a “lingwe universala”, que viria a ser a predecessora do esperanto.

Em julho de 1887, Zamenhof lança o esperanto ao mundo, por meio de um livro, em russo, que contém o alfabeto, 16 regras gramaticais da língua, alguns textos e um vocabulário.

A servidora Maria das Dores explicou as razões que a levaram a organizar um evento sobre o esperanto.

“A exposição chama ´O Esperanto é´. A intenção é divulgar essa língua para que todos tenham conhecimento a seu respeito e possam utilizá-la da melhor forma possível. É que a divulgação desse idioma, na verdade, internacional, é mostrar suas vantagens e facilidades de aprendizado.”

Maria das Dores pretende mostrar na exposição um site grátis chamado “ler no net”, no qual o usuário poderá cursar o esperanto e mais uma outra língua.

A servidora lembrou que tramita na Câmara um projeto de iniciativa do senador Cristovam Buarque, do PDT do Distrito Federal, que inclui o ensino de esperanto, de forma facultativa, nas escolas de ensino médio.

O parecer da relatora da proposta, deputada Andréia Zito, do PSDB do Rio de Janeiro, é favorável, com substitutivo, e aguarda inclusão na pauta da Comissão de Educação e Cultura.

O presidente da Liga Brasileira de Esperanto, Lício de Almeida Castro, explicou que o esperanto não pretende substituir o inglês como a língua comercial do mundo, e falou sobre a prática do esperanto no Brasil.

“A nossa instituiição, a Liga Brasileira do Esperanto, tem mais de cem anos, vamos completar 104 anos. Começou em 1907 no Rio de Janeiro, quando foi fundada, em julho. E o esperanto é, além de uma língua internacional, portanto, é mais um ideal. E por conta disso, são voluntários que na grande maioria das vezes trabalham pelo esperanto, através do ensino da língua, que é o objetivo maior da nossa instituição. E representamos aqui, no Brasil, a instituição internacional que tem sede em Roterdam, na Holanda, é a chamada UEA. Em esperanto é ´Universala Esperanto Associo.”

Lício de Almeida Castro afirmou que o esperanto tem evoluído bem, de forma aparentemente lenta, e tem milhares de esperantistas no Brasil. O último congresso mundial de esperanto realizado no Brasil ocorreu em 2002, em Fortaleza, no Ceará.

A exposição sobre o esperanto pode ser visitada na Câmara entre 4 e 15 de abril, no Anexo 3 da Casa.

De Brasília, Paulo Roberto Miranda.
quarta-feira, 30 de março de 2011

Reprodução autorizada mediante citação da Rádio
Telefone: (61) 3216-1700
Fax: (61) 3216-1715
Fale Conosco

Ouça a reportagem completa:

http://www.camara.gov.br/internet/radiocamara/default.asp?lnk=COPIAR-ARQUIVO&tituloMateria=1728-ESPERANTO-SERA-TEMA-DE-EXPOSICAO-NA-CAMARA-EM-ABRIL-307%20&selecao=ARQUIVO&materia=118939&programa=41&tipoArquivo=12

Do site da Câmara dos Deputados – Rádio Câmara
http://www.camara.gov.br/internet/radiocamara/default.asp?lnk=1728-ESPERANTO-SERA-TEMA-DE-EXPOSICAO-NA-CAMARA-EM-ABRIL-307&selecao=MAT&materia=118939&programa=41

Advertisements

Respondi

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Ŝanĝi )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Ŝanĝi )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Ŝanĝi )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Ŝanĝi )

Connecting to %s